Se partilha os nossos valores e a nossa esperança? Então vote a lista POP sem modificar nem acrescentar.

Cidadãs e Cidadãos,

A política comunal tem uma ação direta na nossa vida quotidiana. É por isso, que nós além do trabalho que fazemos na Assembleia (Conseil général) e nas diversas comissões, também organizamos regularmente standes públicos que nos permite levar o debate à rua, recolher assinaturas, dialogar convosco e transmitir as vossas preocupações para uma política aberta, sincera à escuta de todas e de todos.

Vamos em frente ! Queremos resolver os problemas :

• de injustiça, de desigualdades e de violência social
• de degradação do meio ambiente e da natureza
• de acesso a um trabalho decente que permita viver
• das crises de classe, preparando-nos melhor
• da subida dos preços de consumo, seguros e rendas
• da perca de autonomia comunal
• da degradação dos serviços públicos
• das ofertas às grandes empresas

Apoiar o POP, é contribuir connosco à construção de uma sociedade que garanta a justiça social e uma melhor repartição dos recursos no respeito pelo ser humano e pela natureza.
Se partilha os nossos valores e a nossa esperança? Então vote a lista POP sem modificar nem acrescentar.

******

Desde 1944, o POP está ligado à história da cidade de Chaux-de-Fonds. Em cada legislatura, os seus representantes eleitos e ativistas têm defendido o bem comum e os interesses dos mais desfavorecidos. Trabalhadores e Trabalhadoras, imigrantes, pessoas vulneráveis ou simplesmente vítimas de azar, o POP luta para que cada habitante de La Chaux-de-Fonds possa viver com dignidade numa cidade agradável, aberta e dinâmica e num ambiente saudável que respeite a natureza e a vida.

O POP continua incansavelmente a lutar contra as gritantes injustiças da partilha de recursos, investimentos e fluxos dentro do cantão. É nesse intuito que o POP assumiu um compromiço resoluto de finalmente ser reconhecido que a atribuição de montantes federais de compensação é profundamente injusto, mais uma vez em prejuízo de La Chaux-de-Fonds!

O POP elaborou um programa político completo, disponível no nosso site POP La Tchaux. Baseia-se em três cores – três grandes ideias que estruturam o nosso pensamento político e determinam as nossas ações.

Estas cores são o vermelho, o verde e o roxo.

Vermelho

As desigualdades sociais estão a aumentar, mesmo no Cantão de Neuchâtel. Os ricos ficam cada vez mais ricos e os pobres cada vez mais pobres. É tempo de pôr fim a esta situação. O POP quer distribuir corretamente a riqueza, apoiar a justiça social, os mais frágeis, os mais carenciados, mudando um sistema que continua ano após ano, a estabelecer novos recordes de desigualdade. Nesse sentido, o POP acredita que é tempo de pôr fim à política de austeridade que está a abafar a nossa cidade, através da valorização dos trabalhadores municipais, da preservação das nossas instituições como o Colégio musical e o hospital, investindo nas nossas infraestruturas.

Verde

O POP combina o vermelho da justiça social com o verde da ecologia, que é absolutamente necessária para ultrapassar a atual crise. Segundo o POP, para conciliar as necessidades sociais com o equilíbrio ecológico, temos de mudar um sistema económico cujo único objetivo é lucrar a todo o custo através da destruição tanto dos recursos naturais, como humanos. A catástrofe climática tem de ser evitada, unindo-nos para a evitar. Vamos planear a nossa saída dos combustíveis fósseis, confiemos no nosso sol e nas nossas capacidades, relocalisar a produção essencial, reduzir a nossa pegada carbónica e de desperdício, repensar o nosso planeamento urbano e os nossos estilos de vida fazendo da nossa cidade um modelo, na vanguarda da luta ecológica. La Chaux-de-Fonds tem um enorme potencial que deve ser valorizado tornando-a numa cidade utópica novamente!

Roxo

A nossa sociedade não é sómente capitalista, é também patriarcal e discriminatória. Igualdade e equidade são valores essenciais para o POP. Identidade de género, etnia e orientação sexual continuam a ser fatores de discriminação constantes em todos os domínios da sociedade: família, profissão, vida pública, etc. É tempo de implementar medidas concretas para estabelecer a igualdade de uma vez por todas, para que todo-as possam viver sem medo de ser discriminado-a. Esta mudança deve ser uma oportunidade para experimentar novas formas de vida, a oportunidade para ir além da existente.